31 agosto 2010

Lindos não?


Pois hoje agrediram-me. Vinha tão distraída com os meus pensamentos, que só dei por eles quando bati com a cabeça. É caso para dizer que um limoeiro se atravessou no meu caminho…

29 agosto 2010

E outros virão…

Rochedo em frente ao Cabo Carvoeiro, com as Berlengas ao fundo.

Refiro-me aos dias de férias. Terminado este primeiro período, o regresso ao trabalho impõe-se. Não salto de entusiasmo, mas também não entro em depressão. As férias são boas exactamente por isso, porque não duram para sempre e no final há sempre um trabalho à nossa espera. No fim de Setembro há mais, o que é muito animador! Venha de lá o bicho papão da Segunda-feira!

27 agosto 2010

Em curso!

Hoje à noite lá na Comunidade, vamos revisitar um dia na vida de Mrs. Dalloway.

All that Jazz!

Ontem à noite no CCB, a última Quinta-feira de Jazz desta série. O projecto experimentalista “Roll Call” de Hugo Antunes. Por um par de horas entrei numa dimensão de jazz puro e duro que me surpreendeu pela (aparente) caótica exibição dos músicos. Uma experiência musical diferente, que, em boa companhia, se tornou numa óptima noite de quase fim de férias …

25 agosto 2010

Nostalgia

Esta manhã, no Padrão dos Descobrimentos……

"...
E aqueles que por obras valerosas
Se vão da lei da Morte libertando,
Cantando espalharei por toda parte,
Se a tanto me ajudar o engenho e arte.
… "
In "Os Lusíadas" de CamõesItálico

Povo

Gosto do Museu da Electricidade! E gosto habitualmente das exposições que por lá passam. Mais uma vez não me desiludi e com todo o tempo do mundo, deslizei pelas diferentes salas, sempre na procura da resposta à pergunta “o que é o Povo?”...

19 agosto 2010

Exactamente como eu gosto!

Crismina, hoje pela manhã…

A praia de Crismina no Guincho continua a ser uma das minhas preferidas. Por estes dias de pouco sol este é o cenário. Praia praticamente deserta, meia dúzia de resistentes, que não se incomodam com um pouco de vento e preferem o sol encoberto, porque é mais agradável. Têm sido uns dias memoráveis, como sempre…

14 agosto 2010

Oficialmente de férias!

Ontem foi o meu último dia de trabalho antes de entrar de férias. Para entrar de imediato no espírito do lazer, depois do habitual jantar das sextas-feiras fui ao cinema ver o Contraluz que se revelou uma agradável surpresa. A história consegue agarrar-nos ao ecrã com alguma ansiedade. Depois vem o destino, o inexplicável e o elo de ligação entre pessoas que são totalmente estranhas umas às outras. Uma boa banda sonora e óptima fotografia fazem sobressair a paisagem avassaladora e inóspita. Também a interpretação é bem conseguida. Não sendo um filme fabuloso, não me desiludiu e proporcionou-me um bom serão.

12 agosto 2010

Cores de Verão

Alfred Sisley 1839-1899

Antevisão de férias: cor, muita cor, de Verão, de mar, de jardins, de caminhadas, de exposições, de música, de cinema, de livros e de …..

11 agosto 2010

Pequenas preciosidades

Acabado de publicar pela “Calçada das letras”.

O Conde de Ficalho. Homem ilustre, alentejano (do meu Alentejo), Botânico apaixonado, distinguiu-se também no âmbito das letras. O seu amigo Ramalho Ortigão fez-lhe este retrato íntimo e a sua leitura está a fazer as minhas delícias...

10 agosto 2010

Loucuras de Verão (2)

Só pode ser do calor. Acabei de pedir ao meu colega do serviço externo, para nos ir comprar uns pastéis de Belém para o lanche. E ele foi (e agora só nos resta comê-los)!!!
Para acompanhar, refresco de café geladinho feito na hora com o cafezito da máquina e limões do jardim. Trabalhar assim até dá gosto :)

09 agosto 2010

Menina limpa, menina suja!

Gostei e muito, de descobrir na Gulbenkian o trabalho da Ana Vidigal, que não conhecia. Por vezes as coisas estão mesmo ao nosso lado e nós não damos por isso. Mas nunca é tarde para novas descobertas…

07 agosto 2010

Lembranças pelo correio…

Dali para aqui :)
Gosto de chegar a casa no final de um dia de trabalho, passar pela caixa do correio e encontrar uma encomenda. Abrir e descobrir um presente mimoso como este é uma delícia! Obrigado amiga, sabes que adoro aquele padrão…

06 agosto 2010

Coisas minhas

Foto minha, Cabo da Roca -Agosto 09

Adoro:
- Beber água fresca quando tenho sede
- O olhar maroto do meu filho, quando tem uma surpresa para mim
Gosto:
- Da chuva, quando estou de botas
- De contemplar o Oceano, no ponto mais ocidental da Europa
Detesto:
- Pessoas que não cumprem horários quando marcam reuniões
- A chuva, quando estou de sandálias
Odeio:
- A palavra fome
- O desperdício de comida
Ela desafiou e excepcionalmente aceitei. Passo a todos e a ninguém :)

05 agosto 2010

04 agosto 2010

Loucuras de Verão (1)

Beber um chá gelado, um sumo de maracujá e comer um gelado pelo meio. Tudo no espaço de 3 quartos de hora….

03 agosto 2010

O tamanho da letra, conta!

Fui à livraria para comprar um livro e encontrei em dois formatos: capa exactamente igual, mas um com o dobro do volume porque foi impresso com uma letra maior. Trouxe esse é claro. Se fosse há meia dúzia de anos trazia o mais pequeno porque ocupava menos espaço na estante e mais livros aí se poderiam arrumar. Agora opto pelo mais volumoso, porque os meus belos olhinhos agradecem…. ou seja a idade não perdoa!

02 agosto 2010

Um submarino ao sol

Estamos no mês de Agosto e ao contrário de muita gente ainda estou a trabalhar, o que não me incomoda nem um pouco. No serviço os telefones não tocam e finalmente conseguimos colocar o trabalho em dia sem grande stress. Por outro lado a estrada é só nossa, não há engarrafamentos e o percurso de casa para o trabalho, torna-se numa coisa agradável. Hoje vim pela marginal, coisa que há muito tempo não fazia e dei comigo acompanhar o submarino das grandes discussões, que entrava pela barra do Tejo, num deslizar elegante, brilhando no seu cinzento esmaltado de navio recém-nascido, reflectia a luz do sol em todo o seu esplendor, deixando atrás de si um rasto branco de espuma. Acompanhado por várias embarcações e por dois helicópteros deu um colorido diferente à manhã de quem passava em frente ao mar…. (entretanto pergunto-me, porque andará tão caladinho o Paulo Portas …)

01 agosto 2010

Pequenos (grandes) prazeres….

“…As crianças estrangeiras, a quem mais largamente dotou a natureza da virtude da curiosidade, querem saber o nome do lugar, e os pais informam-nas, ou declinam-no as amas, as nurses, as bonnes, as fräuleins, ou um marinheiro que passava para ir à manobra, Lisboa, Lisbon, Lisbonne, Lissabon, quatro diferentes maneiras de enunciar, fora as intermédias e imprecisas, assim ficaram os meninos a saber o que antes ignoravam, e isso foi o que já sabiam, nada, apenas um nome, aproximativamente pronunciado, para maior confusão das juvenis inteligências, com o acento próprio dos argentinos, se deles se tratava, ou de uruguaios, brasileiros e espanhóis, que escrevendo certo Lisboa no castelhano ou português de cada qual, dizem cada um sua coisa, fora do alcance do ouvido comum e das imitações da escrita…” (in “O ano da morte de Ricardo Reis de José Saramago)

Há 4 dias na piscina a trabalhar (com uma enorme vontade de cair dentro de água e sem poder fazê-lo), vale-me a escrita do Saramago, cuja releitura vou fazendo em todos os minutos disponíveis…